Ascon Panorama – Perspectivas e Cenários 2018 - 15 março

Quinta-Feira, 15 de março de 2018

Foi realizada no 15 de março a tradicional Palestra Almoço – Ascon Panorama que neste ano contou com a presença do empresário, professor e consultor de empresas Adelgides Stefenon. Apresentando um contexto histórico com informações da crise econômica e política enfrentada pelo país nos últimos oito anos, Stefenon disse que apesar dos anos difíceis que passamos, para 2018 as previsões não são tão pessimistas.

\"O PIB vai continuar crescendo, penso que na casa de 1% ou 2%, fazendo com que o consumo aumente, já que a inflação tende a permanecer estável e baixa. O fundo do poço foi 2016 e somado a 2015, foram os 2 piores anos da história econômica brasileira. Mas em 2017 tivemos alguns sinais de melhora e para este ano a taxa de juros Selic também deve baixar um pouco, o Brasil deverá aumentar as exportações, o crédito, o endividamento e a inadimplência permanecerão estáveis. Por outro lado, os governos continuarão com problemas de caixa, as tarifas públicas e os impostos continuarão subindo e a renda do Brasil permanecerá mal distribuída\", complementa Stefenon.

Os impactos mais positivos para o setor da construção civil serão:
a. PIB em crescimento, mesmo que moderado
b. Taxa de juros SELIC baixa
c. Volume de Crédito com leve melhora
d. Inflação baixa
e. Expectativa dos consumidores melhorando

CENÁRIOS
- Há espaço para crescimento: devido às características estruturais da economia brasileira, o espaço para crescimento sempre será de imóveis com menor preço o que não significa que as empresas devam apostar as fichas neste segmento cegamente, pois para competir nele as construtoras precisam ser especialistas em administração de custos, comprar terrenos com menor preço e habilidade em competir por produtos muito similares entre si.
- Na cidade de BG, há espaço para todos os segmentos, desde que as construtoras se diferenciem da concorrência e se aproximem cada vez mais dos desejos dos clientes.
- Dúvida levantada: para onde as indústrias de Bento vão expandir suas plantas industriais no futuro já que a oferta de grandes áreas de terras industriais é muito limitada?

 

Patrocinadores


Apoiadores

Índice INCC

AGOSTO/2018 - N° Índice: 738,158 - Variações:

0,30%

% ao mês

3,05%

% ao ano

3,83%

% ao 12 meses